Tuesday, April 23, 2013

Um estábulo dentro de uma villa

Sim, essa foi uma das formas que um das 2800 pessoas que fugiam ao fisco no pagamento do Imposto sobre Imóveis encontrou para poupar uns trocos. Basicamente, declarou que tinha uns estábulos em vez de uma villa e não só tirou fotos quando chamado pela Polícia Fiscal como mostrou mesmo palha e cabras quando a mesma Polícia foi controlar a casa. Entraram na sala e além da lareira e da TV encontraram o chão coberto de palha e duas cabras. Aqui o artigo com foto.

Monday, March 25, 2013

Mais 5 minutos de ignorância dos deputados

O primeiro (do Centro Democrático) não sabe de onde vem o nome Francisco do novo Papa. O segundo (do Partido de Berlusconi) acha que Netanyahu é iraquiano, muçulmano e usa armas terroristas. Depois temos um deputado de centro-esquerda (do PD de Bersani) que diz que Seul é na Coreia do Norte. Outro do PD diz que não sabe se o escândalo Vatileaks é sobre o velho ou o novo Papa e não quer comentar coisas que conhece só do ponto de vista jornalístico (ainda assim, melhor que a deputada que achava que Vatileaks era uma palavra em latim). A seguir, o presidente da Câmara de Parma do Movimento 5 Estrelas (de Grillo) afirma com convicção que Kabul é no Iraque. O mesmo diz que Medvedev trabalha na Comissão Europeia mas não sabe o lugar exacto. Depois de alguma insistência da jornalista diz que talvez seja um russo. Outro do PD diz que Assad é o presidente do Líbano e uma deputada do PD não conhece Morsi e desvia para canto com "um momento de mudança em Itália". Outro do PDL também não sabe quem é Morsi e o que é o Hamas e desvia para "em Itália é preciso reformar o sistema judiciário e político". Quando perguntado quem era o Rei Sol, diz Obrigado. Bom trabalho. Aqui o vídeo.

Monday, March 18, 2013

5 minutos a provar a ignorância dos deputados

O primeiro (do Partito Democratico) não sabe o que é o escândalo Vatileaks (os documentos do Vaticano revelados recentemente). O segundo (do mesmo partido) diz que sabe quem é Netanyahu mas não diz quem é. A 3ª, deputada da União Sul-americana Emigrados Italianos (eleita pelo círculo da emigração), não sabe o que é o IOR (banco do Vaticano). Quando lhe perguntam sobre o escândalo Vatileaks diz que a palavra é em latim e por isso não é fácil perceber. O 4º (do Partito Democratico) não se recorda de um dos 4 autores dos Evangelhos Canónicos (e esta é compreensível para não italianos). O 5º (do Partido de Berlusconi) diz que não se lembra do autor da Perestroika, só que era aquele senhor gordo etc etc e com os cabelos brancos e que a Perestroika foi há 15 anos atrás (corrigindo depois para 1996/1997). O 6º (do Partito Democratico) também não sabe o que foi a Perestroika mas diz que foi Stalin a fazê-la e que foi um evento negativo. A última (do Movimento 5 Estrelas) não sabe o que quer dizer BCE e o que representa Draghi em relação ao BCE. Essa mesma última vangloriou-se de não cumprimentar a Presidente do Partito Democratico quando se encontraram no Parlamento.

Wednesday, March 6, 2013

Greve de zelo

Os condutores de autocarros de empresa municipal de transportes fizeram greve ontem. Uma greve normal digo. Mas, quando o período de greve acabou, continuaram a fazer a chamada "greve branca". Nos painéis lia-se que havia perturbações nas linhas devido a agitações dos condutores. Hoje continuam "agitados". E finalmente soube o que isso significava. Basicamente, para não perderem o salário, não declararam greve mas não estão a guiar autocarros que tenham o mínimo defeito, tipo falta de martelo para as saídas de emergência, um pisca que não funciona, etc. Foi esta a forma que encontraram de protestar sem perderem o dia de trabalho. Cereja no topo do bolo: os motoristas partidários do Movimento 5 Estrelas de Grillo não fizeram greve ontem colando na frente do autocarro um autocolante que dizia O condutor deste autocarro é 5 Estrelas. Alguns foram obrigados a fazer greve pelos piquetes que pararam um autocarro a meio do percurso, fizeram descer os passageiros e obrigaram o colega a não prosseguir. Oh Italy..

Wednesday, February 20, 2013

Vota com o coração e com a cabeça, não com o cu.

É assim que acaba um vídeo homofóbico do partido Irmãos de Itália (que faz parte da coligação de Berlusconi). Para quem não acredita, aqui está.

Monday, February 18, 2013

Das ideias geniais na política italiana

As sondagens em Itália são proibidas nos últimos 15 dias da campanha eleitoral. Que fazem os italianos? Usam corridas de cavalos e conclaves para continuar a dar dados sobre as intenções de voto. O site http://notapolitica.it/ tem corridas de cavalos em que os nomes das coligações estão em francês ou outras óbvias referências são usadas (Boccon em vez de Bocconi onde Monti foi reitor por exemplo). Já o site http://www.youtrend.it/ fala de um conclave de cardeais e bispos e usa os locais de nascimento ou de actividade política dos candidatos para identificá-los. Não podemos negar a genialidade disto.